Consoles
Buscar
Home » Gênero » Ação » Novo Assassin’s dá pistas do futuro da série
Novo Assassin’s dá pistas do futuro da série

Novo Assassin’s dá pistas do futuro da série

Publicada as 7:58h em 16 de junho de 2014


Mesmo com a Ubisoft sendo referência quanto a trailers emocionantes, o anúncio de um novo “Assassin’s Creed” sempre evoca duas emoções. Uma delas é a esperança de que as poucas novidades mostradas sejam divertidas. E a outra é o medo de que, pela enésima vez, a já evidente bagagem da série concretize a profecia anunciada do ‘mais do mesmo’.

Com “Assassin’s Creed Unity”, não foi diferente. Em um breve teste, observou dezenas de pequenos elementos que já viraram clichê para a série, cobrindo campos desde a movimentação das multidões até o comportamento dos inimigos.

Mas, ao mesmo tempo, notou positivamente a promessa de um modo cooperativo – por mais limitado que este seja – e do cenário da Revolução Francesa, que é um dos mais interessantes capítulos da história humana.

Mudanças?

O assassino Amo Doria entra em ação durante um dos mais conturbados e perigosos períodos da história. Seguindo a tradição, o herói está em uma luta contra os templários, mas detalhes sobre motivações e objetivos não foram revelados.

Deixados para trás os mares infestados de piratas do Caribe (e também os divertidos combates marítimos), “Unity” se passa inteiramente na capital francesa, Paris, que foi recriada com monumentos em proporções reais – como, por exemplo, a Catedral de Notre Dame.

De resto, não é difícil saber o que esperar. “Unity” traz algumas animações de movimentação inéditas, ajustes ao sistema de batalhas e os mais belos gráficos da franquia, mas também missões de perseguição, esbarradas contra as multidões, montes de feno e todo o resto.

A inclusão de uma espécie de livro de registros de missões e objetos secundários é válida, mas serve apenas para perpetuar a forma como o jogo tratava ‘descobertas’ até agora. Olhando no mapa, um fã sabe exatamente tudo o que ele pode fazer em seguida, sem nunca precisar ser surpreendido.

Promessa de cooperação

A versão de testes do título disponível para a E3 tem como base o trailer de jogabilidade mostrado na conferência da Ubisoft. Vimos pouco além daquilo – e isso porque decidimos sair correndo em uma direção contrária ao objetivo final, apenas para sermos avisados que a maior parte do mapa está incompleta.

No material promocional do game e também na boca de seus produtores, o principal destaque do novo “Assassin’s Creed” é o modo multiplayer cooperativo. Curiosamente, ele não está disponível para degustação.

Mas a proposta é simples: algumas – não todas – das missões da campanha principal do game poderão ser cumpridas com a ajuda de até três amigos assassinos. A ideia é boa, mas tudo ao seu redor parece indicar que ela é só um primeiro passo… Para algo maior que não estará pronto a tempo de “Unity”. A partir do anúncio da existência desse modo, torna-se fácil imaginar como uma campanha inteiramente cooperativa rejuvenesceria a franquia.

Mas, enquanto isso não chega, “Assassin’s Creed Unity” será o primeiro game da série focado nas plataformas de nova geração. Ele sairá em 28 de outubro de 2014 para PlayStation 4, Xbox One e PC, totalmente em português.

Pedro Henrique Lutti Lippe
Do Gamehall, em Los Angeles





Deixe seu comentário no Facebook


Tags do post: , , , , , ,


Posts Relacionados


Não achou o que procurava ? Busque no Google



Poste um comentário

Você precisar estar logado para postar um comentário.



Comentários

    Buscar

    Bem vindos ao novo Gamespower.com.br | Produzido por M5 Agência Digital