Consoles
Buscar
Home » Gênero » Ação » Análise de Defiance da Trion Worlds
Análise de Defiance da Trion Worlds

Análise de Defiance da Trion Worlds

Publicada as 8:30h em 10 de junho de 2013


defiance_04.06.13-3

Uma das piores coisas que podem acontecer a um jogador é depositar uma expectativa demasiadamente grande em um título. Na maioria das vezes isso faz com que tenhamos uma enorme decepção ao encarar o jogo, mas e quando nos deparamos com o contrário? Pois posso dizer que isso aconteceu comigo em relação ao Defiance, MMO criado pela Trion Worlds e cujo grande diferencial é estar ligado diretamente a uma série para TV que estreou pouco após o lançamento do game.

A primeira coisa que me fez manter uma certa distância dele foi o seu gênero. Eu nunca gostei muito desses jogos onde a interação social é uma das principais características e quando o MMO finalmente foi lançado, os comentários que começaram a ser feito em relação ao Defiance não me pareceram muito bons. Mesmo assim me agradava a ideia de um jogo de tiro em terceira pessoa situado em um mundo persistente e após dedicar algumas horas a ele, a minha sensação é de que apesar de suas falhas, é possível encontrar muita diversão no game.

 

Defiance poderia muito bem ser descrito como uma mistura de Borderlands com World of Warcraft, onde temos que derrotar legiões de inimigos parecidos para evoluir nossos personagens e obter armas cada vez mais poderosas, sempre que possível realizando algumas missões e aproveitando para explorar o vasto mapa à nossa disposição.

Isso dito, acredito que o aspecto que mais me agradou no jogo foi a maneira como podemos encarar quase toda a aventura sem a necessidade da companhia de outros jogadores, muitos menos de termos que nos associar a clãs. Isso pode parecer um pouco estranho para os acostumados a MMOs, mas se você só procura se divertir um pouco sem ter que contar com a ajuda dos outros, Defiance pode ser uma maravilha.

Há de se dizer no entanto que sozinho algumas missões poderão ser bastante complicadas e além da possibilidade de ingressarmos em partidas cooperativas e competitivas, muitas vezes ajudamos e somos ajudados por pessoas que estão nas proximidades, mesmo sem trocarmos uma palavra e o jogo ainda conta com situações onde grandes grupos de jogadores se reúnem para derrotar inimigos poderosos, eventos conhecidos como “Arkfalls” e que costumam ser bastante divertidos, embora repetitivos.

defiance_04.06.13-2

E por falar em repetição, este é sem dúvida o pior defeito do Defiance. Passar boa parte do tempo aniquilando os mesmos monstros logo se torna algo um tanto maçante e por isso cabe ao jogador usar a criatividade para contornar o problema, o que basicamente se resume a concluir uma missão após a outra, pois se elas também não possuem uma grande variedade, ao menos servem para darmos continuidade à história.

O enredo do jogo é outro ponto que merecia um pouco mais de atenção. Assim como na série para TV, aqui a Terra foi devastada por uma guerra entre os humanos e um grupo alienígena conhecido como Votans e no papel de um Ark Hunter, pessoas que trabalham para um figurão de uma poderosa indústria, nossa missão será vasculhar a área da baía de São Francisco a procura de uma avançada tecnologia extraterrestre.

O curioso é que ao contrário do que vemos na versão para televisão, onde o número de personagens é exageradamente grande e muitas informações são passadas ao mesmo tempo, no jogo o enredo é raso demais, com muitas perguntas ficando sem respostas e salvo raros momentos, sendo bastante irrelevante, servindo apenas como desculpa para continuarmos descarregando nossas armas nos inimigos.

Mas talvez seja exatamente esta falta de profundidade presente no Defiance que o torna tão divertido. Com uma boa jogabilidade onde o que mais conta é a habilidade do jogador e não o seu equipamento ou qualquer outro aspecto definido pelo jogo, quase nunca me lembrei de estar jogando um MMO e como na maioria dos títulos gosto de jogar como sniper, é muito recompensador acertar um headshot a vários metros de distância e ver pular na tela a informação de que o disparo resultou em um dano crítico.

defiance_04.06.13

No fim das contas o Defiance tem sido uma experiência divertidíssima, mesmo com suas falhas e diversos aspectos que poderiam ser melhorados. Acho que o que mais demonstra isso é a forma como o jogo me prendeu, fazendo com que eu dedicasse muito mais horas a ele do que eu imaginava que um MMO seria capaz de conseguir e desde que a Trion Worlds não abandone sua criação e continue nos presenteando com novos eventos, sejam eles ligados à série ou não.





Deixe seu comentário no Facebook


Tags do post: , , , ,


Posts Relacionados


Não achou o que procurava ? Busque no Google



Poste um comentário

Você precisar estar logado para postar um comentário.



Comentários

    Buscar

    Bem vindos ao novo Gamespower.com.br | Produzido por M5 Agência Digital