Consoles
Buscar
Home » Gênero » Ação » Para atleta da NBA, DOTA é mais do que um jogo
Para atleta da NBA, DOTA é mais do que um jogo

Para atleta da NBA, DOTA é mais do que um jogo

Publicada as 8:18h em 9 de abril de 2014


  • Para o armador do Houston Rockets, há muito em comum entre jogadores de basquete na NBA e ciberatletas profissionais do e-sportPara o armador do Houston Rockets, há muito em comum entre jogadores de basquete na NBA e ciberatletas profissionais do e-sport

O documentário “Free-to-play”, produzido pela Valve, fala sobre a evolução de “Dota” e dos e-sports, através da história de três jogadores profissionais. Mas ninguém chamou tanta atenção no filme quanto Jeremy Lin, armador do Houston Rockets, ao afirmar que, para ele, “‘Dota’ é mais que um jogo. É um estilo de vida”.

No documentário, Lin explica que joga “Dota” desde o colegial, e que o jogo é uma oportunidade de manter-se sempre em contato com seus irmãos e seus amigos, que costumam jogar juntos.

Mesmo com os compromissos diários típicos de um jogador da NBA, o armador diz que, ainda atualmente, costuma jogar “Dota 2” de duas a três vezes por semana.

Em sua conclusão, o ex-aluno de Harvard disse acreditar que jogadores profissionais de basquete ou “Dota 2” tem muito em comum.

Campeonato mundial

A quarta edição do “The International”, o campeonato mundial anual de “Dota 2”, organizado pela própria Valve, começará no dia 18 de julho e terá duração de 4 dias.

O torneio, que acontece em Seattle, nos EUA, tem ingressos que vão de US$ 100 a US$ 500, pelos quatro dias de evento.

Gratuito para jogar, “Dota 2” é exclusivo para PC.





Deixe seu comentário no Facebook


Tags do post: ,


Posts Relacionados


Não achou o que procurava ? Busque no Google



Poste um comentário

Você precisar estar logado para postar um comentário.



Comentários

    Buscar

    Bem vindos ao novo Gamespower.com.br | Produzido por M5 Agência Digital